CHM-Capela-de-Sao-Roque_Visit-Machico
acontece_machico
Capela de São Roque
CHM | Centro Histórico de Machico | Visit Machico
PT

A Capela de São Roque, situada no Caminho de São Roque / Largo de São Roque, foi mandada erguer pelo segundo Capitão Donatário de Machico, Tristão Vaz Teixeira, nos finais do Séc. XV, em cumprimento de uma promessa a S. Roque, por este ter posto fim à epidemia da peste que grassava na Capitania de Machico.

O atual templo é de meados do séc. XVIII, dado que o anterior foi demolido por se encontrar em avançado estado de degradação. Da primitiva capela, restam os azulejos tipo tapete de “maçaroca”, do séc. XVII que se encontram repostos na parede da sacristia.

O pequeno templo é construído em alvenaria de basalto rebocada e caiada, apresentando uma cobertura de duas águas na capela e de três na sacristia, de telha de canudo. Ostenta planta de uma nave e capela-mor retangular desenvolvendo-se segundo um eixo longitudinal, estando adossada a Este a sacristia.

CHM-Capela-de-Sao-Roque_Visit-Machico

A fachada principal é virada a Norte, termina em empena e é rematada por uma cornija em cantaria mole, de gramática barroca, em arco pleno sobre pilastras e encimado por um frontão curvo interrompido, ladeado por duas janelas engradadas com molduras em cantaria rija.

No centro da empena abre-se um óculo redondo. Do lado direito, desta fachada encontra-se a pequena torre sineira, em cantaria, de formato retangular terminada em empena. Um banco em cantaria vermelha corre toda a fachada até aos degraus que dão acesso à porta da sacristia virada a Norte. Na parede Este da capela-mor rasga-se uma fresta.

No interior da nave podemos observar um notável painel de azulejos historiados, azuis e brancos, que contam a vida de S. Roque, dos meados do séc. XVIII. No lado do evangelho existe um púlpito em madeira pintada.

A capela-mor exibe um interessante retábulo barroco, de boa execução, em talha policromada datado de 1751. Possui um teto de madeira de perfil curvo pintado com decoração vegetalista, tendo cartela a seguinte inscrição: “Eris in Peste Patronus”.” Foi classificado como Imóvel de Interesse Público (Dec. 30/762 de 26/9/40). A preciosidade da ermida reside nos painéis de azulejaria barroca, infelizmente pouco comuns na ilha. Interessante é também o pórtico assumidamente barroco, muito raro na arquitetura madeirense.

Refira-se, ainda, que após o 25 de Abril de 1974, serviu de residência aos descolonizados de África

Fonte: Baseada na informação disponível no inventário do Património Imóvel do Concelho de Machico, Sousa, Èlvio (Coord.), CMM/ARCHAIS(2005)
CHM-Capela-de-Sao-Roque_Visit-Machico
CHM-Capela-dos-Milagres_Visit-Machico
CHM-Capela-de-Sao-Roque_Visit-Machico
EN

São Roque’s Chapel, which is in Caminho de São Roque / Largo de São Roque, was commissioned by Tristão Vaz Teixeira in the late 15th Century in fulfilment of a promise to Saint Roque for having put an end to the epidemic of the plague that raged the Captaincy of Machico. This temple dates to mid-18th Century as the former was demolished because its state of degradation. The cob carpet-like tiles from the 17th Century that line the vestry are from the former chapel.

The small temple is built in plastered and whitewashed basalt masonry with a gable roof. It is a building of longitudinal floor plan, composed with a single nave and a rectangular main chapel along a longitudinal axis. The vestry is up against it.

The main façade is turned North. The main entrance is trimmed with a full arch supported by pilasters and finished by a baroque cornice in stonework flanked by two windows engraved with frames in stonework.

CHM-Capela-de-Sao-Roque_Visit-Machico

There is an oculus in the centre of the gable. A small stonemasonry bell gable tower can be found to the right of this façade. A red stonemasonry bench runs along the façade to the stairs that give access to the vestry facing north. An opening is found on the eastern wall of the main chapel.

On the interior of the nave there is a remarkable panel of blue and white tiles from mid XVIII century that tell the life story of Saint Roque. There is a painted wooden pulpit on the alter.

The main chapel exhibits a beautiful baroque carved polychromatic altarpiece from 1751. It features a curved painted ceiling with vegetable décor. The cartouche has the inscription “Eris in Peste Patronus”. It was classified as public interest property by Decree No.30/762 of 26/9/40.

The preciousness of this chapel lies in the baroque tile panel which is not common on the island. The baroque porch is also very interesting and very rare in the Madeiran architecture.

After the 25th April 1974, the chapel served a home for the decolonised from Africa.

Fonte: Baseada na informação disponível no inventário do Património Imóvel do Concelho de Machico, Sousa, Èlvio (Coord.), CMM/ARCHAIS(2005)
CHM-Capela-de-Sao-Roque_Visit-Machico